Odone Belline - Prof. Fabrício - Geografia


ESCOLA COC MATÃO

QUERIDO NICOLAS – (9º ANO)

ESPERO QUE ESTEJA TUDO BEM COM VOCÊ!

ENVIO O SEGUINTE TRABALHO:

 TEMA: "ÁSIA: DIVERSIDADE FÍSICA, HUMANA E ECONÔMICA".

PARA EFETUAÇÃO DAS ATIVIVIDADES SIGA OS PASSOS ABAIXO:

  • ASSISTA AO VÍDEO;
  • CONFECCIONE UM RELÁTORIO COM OS PRINCIPAIS ASPECTOS (NATURAIS, ECONÔMICOS E SOCIAIS) DO CONTINENTE ASIÁTICO.

 

ENVIE SEU TRABALHO PELO E-MAIL: fabricioojava@bol.com.br



Escrito por Professor Fabrício às 11h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TRABALHO DE R.O.

PARA OS ALUNOS DO 6º ANO

Siga as instruções:

1º Assista ao vídeo abaixo;

2º Faça um breve relatório

Observação: Registre seu nome e ano no trabalho a ser entregue na data da avaliação de R.O.

 

TRABALHO DE R.O.

PARA OS ALUNOS DO 7ºA e 7ºB

 Exercício 1

Assista aos vídeos abaixo e redija breves relatórios

 

 

Exercício2

Leia os textos abaixo e siga as instruções

“No princípio eram as coxilhas e planícies por onde os índios vagueavam nas suas guerras e lidas. Depois tinham vindo os primeiros missionários; mais tarde, os bandeirantes e muitos anos depois os açorianos. Sob o claro céu do Sul processara-se a mistura de raças. Travaram-se lutas. Fundaram-se estâncias e aldeamentos. Ergueram-se igrejas. Surgiram os primeiros mártires, os primeiros heróis, os primeiros santos...”.

VERISSIMO, Erico. O tempo e o vento. o continente. São Paulo:

Companhia das Letras, 2007. V. I. p. 344. © Herdeiros de Erico Verissimo.

“Estes campos eram meio sem dono, era uma pampa aberta, sem estrada nem divisa; apenas os trilhos do gado cruzando-se entre aguadas e querências. A gadaria, não se pode dizer que era alçada: quase toda orelhana, isso sim. Mas vivia-se bem, carne gorda sobrava, e potrada linda isso era ao cair do laço”.

LOPES NETO, Simões. Contos gauchescos. 2. ed. Porto Alegre: Movimento, 2000. p. 55-56.


Você deve ter percebido que os textos têm várias expressões típicas do Sul do Brasil. Elas ajudam o leitor a perceber a influência dos povos que formaram essa região. Procure se colocar no lugar do personagem ou dos narradores das histórias e, em uma folha avulsa (agregada aos dois relatórios), escreva um texto contando uma viagem imaginária pelos pampas dos desbravadores. Não se esqueça de descrever:

  • Sentimentos e pensamentos que a viagem lhe despertou.
  • Forma de locomoção e paisagens observadas.
Observação: Registre seu nome e ano no trabalho a ser entregue na data da avaliação de R.O.

BOAS FÉRIAS

 



Escrito por Professor Fabrício às 13h06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Começou a festa!

Este ano letivo será de grandes descobertas e avanços, mas depende de duas coisas essenciais: fé e perseverança pressupostos compatíveis aos grandes vencedores. Você já é um e assim continuará a ser. Em nome de Jesus. Amém!

Sejam todos bem-vindos a Escola Prof. Odone Belline.

Professor Fabrício



Escrito por Professor Fabrício às 23h58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

PARA OS ALUNOS DAS SEXTAS SÉRIES

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

 

               As Unidades de Conservação da Natureza (UCs) constituem espaços territoriais e marinhos detentores de atributos naturais e/ou culturais, de especial relevância para a conservação, preservação e uso sustentável de seus recursos, desempenhando um papel altamente significativo para a manutenção da diversidade biológica.
               Integram o patrimônio ambiental e cultural do país, dos estados e municípios, por apresentarem características de grande interesse ecológico, científico, florístico, faunístico e paisagístico, além de valores culturais associados à conservação da natureza, mantidos pelas comunidades tradicionais que vivem no seu interior e no seu entorno.
               As Unidades de Conservação da Natureza, de acordo com o SNUC, dividem-se em dois grandes grupos com características específicas e graus diferenciados de restrição: 

I - Unidades de Proteção Integral - voltadas à preservação da natureza, admitindo apenas o uso indireto dos seus recursos naturais, com exceção dos casos previstos nesta Lei. Compreende as categorias: Estação Ecológica, Reserva Biológica, Parque Nacional (*2), Monumento Natural e Refúgio de Vida Silvestre. 

II - Unidades de Uso Sustentável - que objetivam compatibilizar a conservação da natureza com o uso sustentável de parcela dos seus recursos naturais. É composto pelas categorias: Área de Proteção Ambiental, Área de Relevante Interesse Ecológico, Floresta Nacional (*3), Reserva Extrativista, Reserva de Fauna, Reserva de Desenvolvimento Sustentável e Reserva Particular do Patrimônio Natural (*4).

 

Unidades de Conservação

 

O que é uma unidade de conservação?

R: É uma área de proteção ambiental.

As unidades de conservação (UCs) são legalmente instituídas pelo poder público, nas suas três esferas (municipal, estadual e federal).

 

Sobre a APA - IBITINGA

Nessas áreas alagadas, denominadas pela população local como Pantaninho (várzea do rio Jacaré-Pepira) e Varjão (várzea do rio Jacaré-Guaçu), ocorrem importantes remanescentes de vegetação em estágio avançado de regeneração e a fauna a ela associada, como: tamanduá-mirim, veado campeiro, lobo guará, onça parda, além de diversas espécies de aves e peixes, algumas delas ameaçadas de extinção. Objetivos de Criação da APA: proteger as várzeas formadas pelos rios JacaréPepira e Jacaré-Guaçu

 

 

Área

64.900 hectares

Bioma:

Domínio da Mata Atlântica com presença de várzeas naturais, floresta estacional semidecidual e decidual, floresta paludosa e floresta ribeirinha(mata ciliar ou riparia).

Municípios

Município de Ibitinga-SP

 

Na correriaATENÇÃO CAROS ALUNOS:

Para aprofundar sua pesquisa acesse o site abaixo:

http://www.fflorestal.sp.gov.br/




Escrito por Professor Fabrício às 12h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

PARA OS ALUNOS DAS SEXTAS SÉRIES

VAZENTEIROS


Somos um povo que vive nas terras crescentes, nas ilhas, barrancos, vazantes, nossa vida esta associada a vida do rio, quando é cheia o rio-mar enche as lagoas criadeiras de peixes trazendo renovação, fertilizando nossas terras. No tempo da calmaria cultivamos nossos alimentos nas vazantes, retiramos do cerrado os remédios, as frutas, pescamos e transportamos nossos produtos, milho, abóbora, feijão, melancia, mandioca, maxixe, tomate.

Fonte: http://www.emporiodocerrado.org.br/pt-br/rede/pescadores-e-vazanteiros.asp

 



Escrito por Professor Fabrício às 11h34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PANTANEIRO


O Pantaneiro, povos tradicionais do ecossistema do pantanal adaptados a condições da própria natureza (períodos das chuvas quando a região é alagada).  Trabalham na criação de gado e alimentam-se do que colhem, plantam ou criam, também de peixes tão abundante na região, frutas silvestres e raízes.

Fonte: http://www.pantanalms.tur.br/habitats.htm

 



Escrito por Professor Fabrício às 11h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PESCADORES ARTESANAIS


A pesca artesanal é um tipo de pesca caracterizada principalmente pela mão-de-obra familiar, com embarcações de porte pequeno.

 



Escrito por Professor Fabrício às 11h30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




QUEBRADEIRAS DE COCO


Trabalhadores rurais e mulheres quebradeiras de coco babaçu, que promove a produção familiar, utilizando e preservando os babaçuais, (região nordeste do Brasi.)

Fonte:l http://www.centraldocerrado.org.br/comunidades/assema/

 



Escrito por Professor Fabrício às 11h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




RETIREIROS

Os Retireiros do Araguaia são pessoas que vivem num lugar mágico, em uma área úmida de beleza inigualável, espraiando no verde do cerrado mato-grossense, entre as casas de palha e o cotidiano de lutas. Recebem este nome por retirarem o gado da área afetada pela cheia das águas, colocando-os em pastos de fazendas alugadas e devolvendo-os na seca, para que os novos ciclos se reiniciem.

Fonte: http://www.peticaopublica.com/?pi=RDS%20RETIREIROS%20CERRADO

 



Escrito por Professor Fabrício às 11h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




AGROEXTRATIVISTAS


Trabalhadores rurais que combinam a agricultura, cultivos de árvores frutíferas e pesca, com atividades extrativas gerando um processo de produção agroextrativista. 

 



Escrito por Professor Fabrício às 11h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




VEREDEIROS


As veredas, ambientes típicos do Cerrado, localizam-se próximas às nascentes e funcionam como vias de drenagem, contribuindo para a perenidade e a regularidade dos cursos d’água, visto que atuam como bacias coletoras. São ambientes caracterizados, geralmente, pela presença de palmeiras. Essa comunidade vegetal é ocupada por densa vegetação herbácea-graminosa e outra arbustivo-arbórea.

As gentes das veredas (VEREDEIROS) compartilham com as populações do alto médio sanfranciscano, consideradas sertanejas, uma civilização comum conforme discutido por Abreu (2000) e Prado Júnior (2000), baseada no criatório de gado. A partir da atividade pastoril extensiva, as gentes dessa região organizaram para si um modo de vida que articula a criação de gado, com a agricultura e o extrativismo, além da caça e pesca.

Fontes: CAMPO-TERRITÓRIO: revista de geografia agrária, v. 6, n. 11, p. 161-193, fev., 2011.

http://www.niea.com.br/phocadownload/biota%20veredas.pdf



Escrito por Professor Fabrício às 11h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




GERAIZEIROS


Os Geraizeiros são povos que se localizam à margem direita do Rio São Francisco no Norte de Minas Gerais. O nome vem da denominação gerais, ou seja, planaltos, encostas e vales das regiões de cerrados. Os gerais constituem um local em que todos têm livre acesso, local comum como um grande quintal, espaço de todos onde é possível a colheita de frutos nativos como: Pequi, Panan, Coquinho azedo dentre outros e que são vendidos pelas ruas ou nas feiras para complementar a renda familiar. Além disso, é um local onde o gado é criado solto; também é possível a extração de lenha para o preparo dos alimentos ou dos produtos que necessitam de fogo para serem preparados e que também são comercializados nas feiras do mercado local.

Fonte: http://www.ocarete.org.br/povos-tradicionais/geraizeiros/



Escrito por Professor Fabrício às 11h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PARA OS ALUNOS DAS QUINTAS SÉRIES

Assunto: Os atributos dos mapas - pg. 27.

Acessem o link abaixo:

http://www.ibge.gov.br/ibgeteen/atlasescolar/mapas_brasil.shtm



Escrito por Professor Fabrício às 12h09
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PARA OS ALUNOS DAS SEXTAS SÉRIES

Acesse os ecossistemas pelos links abaixo:

AMAZÔNIA

http://www.ibama.gov.br/ecossistemas/amazonia.htm

MATA ATLÂNTICA E FLORESTA SEMICADUCIFÓLIA

http://www.ibama.gov.br/ecossistemas/mata_atlantica.htm

http://www.iflorestal.sp.gov.br/publicacoes/Serie_registros/IFSerReg31/Viviane2.pdf

CERRADO

http://www.ibama.gov.br/ecossistemas/cerrado.htm

CAATINGA

http://www.ibama.gov.br/ecossistemas/caatinga.htm

MEIO NORTE ou MATA DOS COCAIS

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/mata-dos-cocais/mata-dos-cocais-4.php

http://geografiabrasil.wordpress.com/2008/03/20/mata-dos-cocais/

PANTANAL

http://www.ibama.gov.br/ecossistemas/pantanal.htm

EXTREMO SUL ou CAMPOS SULINOS

http://www.ibama.gov.br/ecossistemas/campos_sulinos.htm

COSTEIROS

http://www.ibama.gov.br/ecossistemas/costeiros.htm

PINHEIROS ou MATA DE ARAUCÁRIA

http://educacao.uol.com.br/geografia/mata-de-araucaria-floresta-ja-dominou-vastas-extensoes-do-pais.jhtm



Escrito por Professor Fabrício às 10h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ATIVIDADE PARA OS ALUNOS DAS SEXTAS SÉRIES

Consulte os mapas abaixo e responda as atividades da pg.29(lição de casa)

 




Escrito por Professor Fabrício às 11h09
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  TV Odone Belline
Votação
  Dê uma nota para meu blog